contradições

A casca é fluida e descomplicada.
No interior, um emaranhado
avassalador de problemas.
Límpida como água
pra quem via de longe.
Forte como vodka
pra quem sente de perto.
Se olha de fora,
é simples, comum
e desembaraçada.
Mas os poucos
que ela deixa entrar
mergulham numa intensidade
que não acaba mais.

– Juliana Bassan Ayon

Continue Reading

acordando

O que eu vejo primeiro
todo dia ao acordar
é você, meu parceiro
É teu corpo adormecido
jogado ao meu lado
é seu sono pesado
com a cara no travesseiro.
E eu sempre te acordo
antes do despertador
Porque não consigo me segurar
Faço cafuné do seu cabelo
Chego pertinho pra sentir seu cheiro
Ah, que sorte eu tenho!
De todo dia pela janela o sol entrar
E na minha cama ele iluminar
O amor da minha vida a sonhar.
– Juh, apaixonada.

Continue Reading

catarse

Não importa quem você seja ou o quão confiante você se sinta, sempre tem alguém que balança a gente e faz com que a gente se sinta um lixo. Às vezes é uma pessoa aleatória, mas muitas vezes é alguém de dentro da família. Como lidar? Como dizer para aquela pessoa que os comentários dela são maus e altamente destrutíveis pra você?
Eu já tentei revidar. Já tentei fazer os mesmos comentários maldosos, já tentei ser sarcástica. Mas acho que nesse quesito meu lado escorpião não falou tão alto e eu acabei me sentindo mal porque visivelmente eu deixei a pessoa baqueada. Eu até fico com muitos ódios dentro de mim, mas revidar me faz mal. E daí eu questiono: se eu me comportar da mesma forma serei como quem eu critico, e daí cadê a minha lógica fazendo pros outros o que eu sei que causa tanto mal em mim? E quem sou eu sentando em cima do meu rabo pra criticar coisas que eu já fiz muito e ainda faço? Todo mundo segue um caminho e todo mundo quer ser melhor. Quem sou eu pra questionar?
A boca verbaliza o que o coração está cheio.
O que você tem dito por aí?
– Juh, catarseando.

Continue Reading

sistema & esquema

Era eu na luta todo dia
Eu contra mim mesma
Tentando ir em frente
Contra a vida,
contra o mundo
e contra a crueldade do sistema
Esse sistema era bem um esquema
que roubava todo dia meu tempo
Minutos sumidos
nunca mais vistos.
Fui feita prisioneira
do fantasma do desalento
que me colocou uma algema

Trancou meu pensamento,
roubou meu discernimento
e quanto mais eu trabalhava
mais sem tempo eu ficava
e de tanto trabalhar eu cansava
e na correria esquecia como se amava
E por fim o que realmente importa?
Se com esse tanto de stress
amanhã posso acordar morta?
– Juh, exausta de tanto brigar.

Continue Reading

nós, tão sós.

Busquei versos
de grandes poetas
pra tentar,
só uma vez,
explicar o que sinto.
Decifrar
o que pressinto.
Mas nunca achei
verso nenhum
que de você lembrei.
Somos dois sós.
Duas linhas
paralelas e solitárias.
Culpa toda
dos nossos passos.
Tão incertos,
mas tão mais espertos
do que nós.

Continue Reading

ser e sou

Toda existência é inútil. Toda vida é pífia. Toda pessoa é realmente importante pra, no máximo, 15 outras pessoas. Desses 15 subtraímos aquelas que só se importam pela primeira pessoa ser útil em algo pra elas. Assim sobra, quem sabe, cinco. Somos grupos de média de cinco indivíduos que realmente se importam uns com os outros. Na grandiosidade desse planeta somos nada. Perto do universo então… Por que querer ser diferente ou querer tentar ser algo além do que a maioria já é? Ou já faz? Qual a razão de sair fora da caixa? Se na caixa era tão quentinho e acolhedor, ora! Qual a razão de não se podar pra se encaixar, de defender seus gostos e suas peculiaridades? Se por muitas vezes nem esses seres únicos do seu círculo se importam.
Me sentir parte da existência! É o que eu quero! Por isso rasgo a caixa. Saio da bolha. Vivo.
No fim eu sei que ninguém me vê e ninguém me lê. Sou eu só pra mim. Mas sou o que sou e quero sempre mais. E tenho sido.

Continue Reading

universos

Dos aprendizados mais difíceis de engolir: não podemos esperar das pessoas as atitudes que nós mesmos teríamos em determinadas situações. Ninguém é igual, somos todos universos diferentes, complexos e desconexos. Mas apesar da frustração, existe certa beleza nisso.

Juh, lixo espacial.

Continue Reading

Amar a solidão

Quem, portanto, não ama a solidão, também não ama a liberdade: apenas quando se está só é que se está livre (…) Cada um fugirá, suportará ou amará a solidão na proporção exata do valor da sua personalidade. Pois, na solidão, o indivíduo mesquinho sente toda a sua mesquinhez, o grande espírito, toda a sua grandeza; numa palavra: cada um sente o que é.

Arthur Schopenhauer

em “Aforismo para Sabedoria da Vida”, editora Saraiva, 2013.

Continue Reading

voando

Hoje é um daqueles dias
que eu me perdi por aí.
Não sei se foi na ida,
ou no intervalo,
naquela pausa rápida
ou na volta pra casa.
Mas por aí eu fiquei.
Não me reconheço em mim.
Sou uma alma estranha
vivendo aprisionada nesse corpo,
nessa vida antiga,
querendo rasgar a carne
e escapar pro mundo.
Uma transgressora refém
da casca de moça subordinada.
Uma desbravadora de histórias
ansiando por novos caminhos.
Mas erroneamente correndo
toda vez pro mesmo sentido.
Pra lugares já tão conhecidos,
parados e entediantes.
Alguma coisa dentro de mim se foi
e outras partes chegaram.
Partes que precisam de mudança.
Não sou mais quem eu era
não enxergo mais como eu via
não sinto mais como eu sentia.
Não tem reversão.
Me aceite.
Acostume-se.
Acomode-se.
E me ame do jeito que estou.
-Juh, quebrando a gaiola.

Continue Reading