antes tarde do que nunca

Para ler ouvindo:

E aquela sensação do “poderia ter sido diferente” anda pairando sobre a minha cabeça. Tem certa época da vida que inevitavelmente temos que crescer e amadurecer e com isso certas coisas ficam tão claras que servem como facadas no peito. Olhei pra trás e vi o quanto fui injusta com alguém que sempre fez o melhor por mim, que sempre esteve ao meu lado e eu não dei o devido valor. Por mais que hoje eu tenha absoluta consciência disso e esteja fazendo o possível pra me retratar, não posso apagar o que fiz de errado. Não tenho como voltar no tempo e refazer tudo do jeito certo. Fui fria, cruel e má. Pisoteei sobre sentimentos puros. Segui caminhos que não eram os corretos. E julguei que estava fazendo a coisa certa, quando na verdade estava sendo a pior pessoa do universo. Por mais que já faça muito tempo, eu ainda enxergo na minha frente aqueles olhos cheios de lágrimas, as lágrimas que eu causei, e imagino o quanto feri aquele coração que me carregava dentro dele. O coração que me carrega até hoje e que me mostra a cada dia o quanto me ama e que eu tenho sorte de ainda estar ali. E por mais que ele disfarce e não fale, eu sei que ele lembra sempre disso. A sensação é de que nada do que eu fale ou faça hoje vai apagar essa mágoa. Dói nele e em mim também. Vai doer assim pra sempre ou eu ainda tenho chance de ser absolvida?

{Juliana Bassan Ayon}

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *