evolucionismo

Para ler ouvindo:

 

É interessante como mudamos e amadurecemos em tão pouco espaço de tempo. Dia desses andei lendo uns textos antigos meus e me surpreendi em ver como hoje sou diferente daquela Juliana de dois anos ou até alguns meses atrás. Escrever tem dessas coisas e publicar o que você escreve também. Ajuda a gente a se conhecer melhor. Algumas coisas que eu escrevi chegam a ser bobas até, e quando lembro do que me fez escrevê-las me sinto estranha. Alguns textos parecem ter sido escritos por outras pessoas. E em outros poucos ainda consigo enxergar um pedacinho daquilo dentro de mim.
Mas tudo o que foi escrito é o meu eu. Sou eu em momentos de angústia, sou eu em momentos de raiva, sou eu em momentos de desilusão. Pedaços de mim em formato de texto. E até engraçado ver como a forma de enxergar as coisas mudam, como antes uma coisa era tão importante e hoje não faz o menor sentido. E coisas que antes eram consideradas fúteis hoje fazem todo o sentido. A diferença é que eu cresci.

 

E ano que vem aposto que se eu entrar aqui fuçar esses textos que ando escrevendo ultimamente vou estranhar da mesma maneira que estou estranhando os textos antigos hoje.

É a evolução, minha gente, a evolução.

{Juliana Bassan Ayon}

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *