graça

 

 

Eu sou questionadora.
Sempre questionei decisões e caminhos.
Sempre busquei por quês.
Sempre fiz perguntas sobre tudo.
Sempre quis entender motivos e razões.
Lembro-me de acordar todos os dias desejando uma resposta.
E de procurar desesperadamente sinais em lugares absurdos.
Queria sempre encontrar um algo a mais que fizesse tudo ter sentido.
Eu sempre procurei a graça da vida.

E demorei a descobrir que a graça da vida está justamente em procurar.

-Juliana Bassan Ayon

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *