Sorrir.

Trilha sonora do dia: Lonely – Mallu Magalhães
“Teardrops and ink drops / Fall on the neat floor / Forget all this, let’s paint our feet”
Sorrir.
Só ri.
Só, eu ri.
Mas se eu sorrir você vem?
Se eu sorrir sempre você fica?
Mas já aviso, eu rio muito.
Só que também choro bastante.
Muito choro, aliás.
Tanto choro que quase enche o rio.
Mas mesmo no choro eu sorrio, te garanto.
E se você topar ficar, pode me fazer cócegas quando eu chorar.
E me fazer rir no meio do choro.
E daí parar de chorar.
E depois só rir, mas sem ser só.
Só rir, de verdade.
Sorrir, com você. <3

– Juliana Bassan Ayon

Recomendado

7 Comentários

  1. Vamos tentar ter esperança no futuro, Gêmula! Quando eu tenho um dia ruim eu sempre tento aceitar ele do jeito que tá, “abraçar a tristeza”, sabendo que o dia seguinte vai ser novinho em folha e que vai dar pra recomeçar (de preferência com um sorriso no rosto!) e eu acho que esse ano vai ser de aprendizado pra nós duas (que como sempre estamos passando por coisas parecidas ao mesmo tempo). Vamos aceitar assim, tirar proveito do que dá e tentar aprender a lição que a vida e Deus estão querendo nos dar, porque se tudo der muito certo, vamos 'só rir, de verdade' no ano que vem! 😀

    P.s: Amo comentar aqui hihi

  2. Exatamente isso! Temos sempre que tentar tirar uma lição de alguma coisa, por mais difícil que seja. E sim, como pode a gente até ter perrengues parecidos ao mesmo tempo? hahahha Mas a gente vai superar tudo isso juntas, pode apostar. E lembra, um dia a gente vai 'só rir, de verdade' e vai ser em Paris! hahhahaha <3

    Você disse de abraçar a tristeza e acreditar que o dia seguinte vai ser melhor e eu lembrei da Kimmy Schmidt, da série “Unbreakable Kimmy Schmidt”, e na série ela diz que a gente aguenta qualquer coisa por 10 segundos, é só contar até dez por várias e várias vezes. <3

Deixe uma resposta para Juliana Bassan Ayon Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *