fôlego

Sou desse tipo
que sente em excesso,
se expressa melhor em verso
sofre fundo seu sofrimento
em rima, poesia e desalento
vê beleza no desespero
e colhe belas flores
na beirada do desfiladeiro.
– Juliana Bassan Ayon

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *