blue

Tem dias em que bate uma deprê existencial, o ar fica difícil de respirar, no espelho não consigo me encarar… Isso acontece muitas vezes. É aquela certeza de que eu sou uma incerteza. Aquela convicção de que eu não sou nada além de pretensão. É a afirmação da pequenez do meu ser. É a descoberta de que pra ser alguma coisa, antes eu preciso aprender muito ainda. Que existem muitas coisas que eu poderia ser. E daí a vida parece tão curta! O mundo tá aí, cheio de possibilidade e de caminhos que eu posso percorrer, mas eu não posso percorrer todos. Ou sou uma coisa, ou sou outra. Se sigo o sonho ou me mantenho na realidade. É estar frente a um oceano de imensas possibilidades e acabar me afogando em uma lagoa.
– Juh, azul.

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *