nós, tão sós.

Busquei versos
de grandes poetas
pra tentar,
só uma vez,
explicar o que sinto.
Decifrar
o que pressinto.
Mas nunca achei
verso nenhum
que de você lembrei.
Somos dois sós.
Duas linhas
paralelas e solitárias.
Culpa toda
dos nossos passos.
Tão incertos,
mas tão mais espertos
do que nós.

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *