ímpar

Devo ter surgido num deslize
Num erro, num defeito
Saí estranha da forma
Em nada me reconheço
Não encontro iguais
Não vejo similaridades
Não sou unidade,
Fragmento ou pedaço
Não sou porção de nada
Nem parte de conjunto nenhum
Sou peça única, solitária
Eu, inabitada
Eu por mim mesma
Vim sozinha pra essa vida
E do mesmo jeito dela partirei.
– Juh, desvalida.

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *