clown

Faço rir a platéia,
sou da piada o motivo
e o que se ouve de riso
são sobre meus solavancos.
A cara triste não escondo
mas importância ninguém dá
parece uma cena, um ato
só um jeito de brincar.
E com tanto riso e brincadeira
ninguém vê a tristeza certeira
dando a cara nos bastidores
bem longe dos espectadores.
E segue assim a sina,
o que riu pela peça se fascina,
o que chora conseguiu agradar,
mas dentro de si não pôde a dor parar.

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *