querer x poder

Eu queria
mas não podia.
Dentro de mim
o sentimento ardia.
Que agonia!
Eu sabia
que aquele lugar
eu não pertencia.
Tentei esconder,
mas não conseguia.
A certeza era
de que eu sofreria.
Que por vários
perrengues passaria.
Por isso
eu escondia.
E fingia.
E ninguém
de nada sabia.
Eu pressentia
que isso nunca aconteceria.
Eu me reconhecia
como covarde.
Que não seria nada
além de vontade.
E que nunca
viraria realidade.
Porque todo dia
tenho a certeza de que
os boletos estão lá
sorridentes e faceiros
ansiosos a me esperar
dentro da caixinha de correio.

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *