iluminando

Dizem que quando a gente come muito o estômago dilata. E que daí quanto mais a gente come, mais aguenta comer. Acho que o coração da gente deve se comportar do mesmo jeito. Eu amo e daí amo mais e mais e mais. E não pára nunca de crescer esse amor. Estou envolta em amor. E esse amor é como se fosse um pisca-pisca enorme de luzinhas coloridas enrolado em mim. Eu sozinha na escuridão de ser eu, porém iluminada pelas luzinhas coloridas e piscantes do meu amor por você.

Recomendado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *