Segredos

i’m losing, i’m bluesing, but you can save me from madness…

Olhos parados.
Olhando pro nada e o nada olhando de volta.
Assim evitando que se cruzem com outros olhos.
Coração descompassado, acelerado, apertado.
Sorrisos tímidos.
São tímidos porque não podem mostrar suas verdadeiras intenções.
Sorrisos maléficos.
Partes sombrias de mim estão dando as caras.
Será que elas estavam aqui o tempo todo e eu não percebia?
Será que eu nunca fui a mocinha da história como eu acreditava?
Será que na verdade foi sempre a vilã que morou dentro de mim?
Dúvidas alimentadas por perguntas que não acabam.
Pensamentos obscuros e indiscretos.
Sonhos confusos.
Vontades inconsequentes.
Está fugindo do meu controle, eu sei.
Mas não consigo evitar.
É sem querer, sem razão de ser.
Instigante, mas ao mesmo tempo desprezível.
Eu parei de pensar com a razão.
Talvez eu não esteja no meu juízo perfeito.
Isso não faz sentido.
Mas deveria fazer?
Será que precisa existir sentido pra tudo?
-Juliana Bassan Ayon

 

Continue Reading

Vagando

Trilha Sonora:

“Do fundo do meu coração” – Adriana Calcanhoto

 

O mundo continua rodando.
O tempo não pára.
O coração continua batendo.
Às vezes mais forte, às vezes mais fraco.
Mas bate.
E ecoa.
Os passos que eu dei anos atrás interferem na minha caminhada de hoje.
Aqui se faz, aqui se paga.
Quem planta, colhe.
Ando tendo pesadelos.
Eles me assombram.
E me pressionam.
Os pensamentos estão confusos.
Voando pra longe.
Eu quero ir junto, mas minhas pernas não se mexem.
Não saem do mesmo lugar.
Onde foi que ficou aquela vontade toda que eu tinha de viver e crescer?
Por que eu me deixei levar pela rotina e parei de lutar?
Por que eu deixei que minha vida não andasse pra frente?
Não sei.
Juro que não sei.
Não sei em que parte do caminho eu me perdi.

E eu ainda nem voltei atrás pra tentar me achar.

Juliana Bassan Ayon

Continue Reading