Desafio

Para ler ouvindo:
http://grooveshark.com/songWidget.swf

Tem dias que eu me irrito com essa instabilidade que mora dentro de mim. Às vezes incomoda o fato de eu sentir algo ora de um jeito ora de outro. Mas tem dias, como hoje, por exemplo, que isso tem seu lado bom. Porque o que ontem parecia desesperador hoje se transformou em inspirador. E onde eu estava vendo muitas coisas ruins, hoje eu vejo uma luz, uma saída. Não precisa ser tudo exatamente como a gente sonha. Aliás, nunca é. Na realidade acho que a gente faz planos pra depois a vida mudar tudo e a gente perceber que realmente daquele jeito não seria bom, que o melhor foi o planejado não acontecer. Existem outras possibilidades e não dá pra colocar o peso da sua felicidade em um detalhe. Se bem que não é exatamente um detalhe, é todo o sonho, mas acho que vai ser melhor assim, do jeito que as possibilidades querem que seja. De repente essa é uma maneira de ter por perto quem realmente importa e não simplesmente porque tem que ser de tal maneira. Nós nunca fomos comuns. Nós nunca fomos iguais a todo mundo. Nosso relacionamento também não. E por que agora seria diferente? Por que justamente nessa fase a gente teria que seguir todos os padrões e fazer tudo como deveria ser feito? É, não faria sentido com a nossa história. Não vai ser fácil, eu sei. Vão ter muitas barreiras, muitos problemas, muita falação. Mas a gente aguenta. Ah se aguenta!

{Juliana Bassan Ayon}

Continue Reading

Exigências

Queria alguém que despertasse em mim o meu melhor, e não a minha pior parte. Queria alguém que entendesse as minhas buscas e me ajudasse a encontrar o caminho certo. Que me protegesse dos meus medos, dos meus fantasmas, das minhas inseguranças e, principalmente, me protegesse de mim mesma. Queria alguém que me admirasse como um todo, que quando me fizesse um elogio não fosse só com a intenção de me levar pra cama. Queria alguém que enxergasse em mim algo além de peitos e bunda. Queria alguém que estivesse disposto a encarar junto comigo os meus piores dias de TPM. Eu não preciso de alguém que me deixe ter razão toda hora. Eu queria alguém que falasse, que discutisse, que discordasse. Queria alguém que me escutasse. Não precisaria falar nada, mas que prestasse atenção no que eu estivesse falando sem bocejar. Alguém que olhasse no fundo dos meus olhos quando falasse comigo. Alguém que entendesse a minha fragilidade e que não exigisse que eu fosse mais forte do que posso ser. Alguém que me abraçasse forte quando eu não aguentasse mais e caísse no choro e que não me perguntasse como, onde e nem porquês. Alguém que não me mandasse engolir o choro e nem brigasse comigo quando eu estivesse chorando e parecendo vulnerável. Queria alguém que não me criticasse por qualquer coisa. Queria alguém que não gritasse comigo por coisas idiotas. Alguém que falasse num tom normal, e quando fosse dizer alguma coisa dura, que tentasse ser o mais amável possível. Que cuidasse de mim, mas não me tratasse como criança. Será que isso é ser exigente demais?
Continue Reading

Cansei

Para ler ouvindo:

Cansei de ter que depender das pessoas.
Cansei de promessas não cumpridas.
Cansei de me olharem torto.
Cansei de ter que dar satisfações.
Cansei de tomar decisões.
Cansei de tentar agradar todo mundo.
Cansei de manter a pose.
Cansei de ser a menina boazinha quando, na verdade, é o meu lado menina má que me domina.
Cansei de tentar ser a melhor e nunca sair do degrau da incompetência.
Cansei de querer sempre mais e conseguir sempre menos.
Cansei de me decepcionar com os outros.
Cansei de decepcionar as pessoas que eu amo.
Cansei de me decepcionar comigo mesma.
Cansei de sonhar e nunca conseguir realizar.
Cansei de fazer planos.
Cansei dessa vida de sempre, cansei.

{Juliana Bassan}

Continue Reading

eu

Para ler ouvindo:
Eu triste sou calada
Eu brava sou estúpida
Eu lúcida sou chata
Eu gata sou esperta
Eu cega sou vidente
Eu carente sou insana
Eu malandra sou fresca
Eu seca sou vazia
Eu fria sou distante
Eu quente sou oleosa
Eu prosa sou tantas
Eu santa sou gelada
Eu salgada sou crua
Eu pura sou tentada
Eu sentada sou alta
Eu jovem sou donzela
Eu bela sou fútil
Eu útil sou boa
Eu à toa sou tua.
Martha Medeiros
.
Continue Reading

Indagações

Para ler ouvindo:

Eu não sei onde foi que eu perdi essa mudança toda nas pessoas. Não sei se eu estava ocupada demais dentro do meu mundo que não percebi como o egocentrismo está crescendo. É como se as pessoas estivessem ocupadas demais com o próprio umbigo pra se lembrar de quem está ao lado. É raro ver alguém ser gentil com o outro. E não só com estranhos, principalmente com conhecidos e com a própria família. Gritaria, ofensas, grosserias. Filhos gritando com os pais, pais gritando com os filhos, brigas no trânsito, pavio curto no trabalho. É como se nada mais fosse importante o suficiente pra ser tratado com amor.
É clichê, mas às vezes me pergunto onde é que o mundo vai parar desse jeito. ‘Por favor’ e ‘Obrigado’ são raridade de se ouvir. Uma palavra de apoio e incentivo também. Parece que hoje em dia pra fazer o bem a alguém as pessoas precisam de uma garantia de que receberão algo em troca. E quando o fazem, jogam na cara na primeira oportunidade, como se tivessem o direito de exigir alguma coisa de volta. E nessas horas em que a carência de gentileza nesse mundo me deixa agoniada é que lembro do meu pai e saudade aperta mais ainda. Ele sempre colocava os outros a frente dele mesmo. Tinha seus defeitos? É lógico que tinha. Mas conforme eu vou vivendo e aprendendo com os tropeços da vida, mais admiro essa qualidade dele. Nossa situação financeira nunca foi ótima. Mas apesar disso toda sexta-feira ele ia ao açougue e fazia as compras da semana. E teve uma época em que um de nossos vizinhos estava desempregado e a mesma coisa que ele trazia pra casa pra nós, ele comprava pra eles. Eu não entendia, questionava e achava um absurdo ele fazer aquilo. Até que um dia, enquanto ele me levava pra escola de carro, passamos por uma menina que estava na minha classe, mas que eu não conhecia direito. Ela estava indo a pé pra escola e eu comentei que ela estava na minha sala. Ele perguntou se eu queria que ele parasse e desse carona a ela e eu disse que não, que nem conhecia a menina direito. Daí ele me perguntou se fosse o contrário, se ela estivesse de carro e me oferecesse uma carona se não seria uma boa. Eu concordei que seria. E daí ele me disse as frases que mudaram a minha maneira de ver o mundo desde então: “Quando tiver a oportunidade de fazer alguma coisa a alguém, faça. Não deixe a aportunidade passar. E não faça para os outros o que você não gostaria que fizessem pra você.” Eu lembro que fiquei a manhã inteira pensando naquilo. E ele tinha razão, como tem até hoje. Se antes de falar ou fazer qualquer coisa as pessoas seguissem essa linha de pensamento, imagina quão melhor não seria a nossa vida?
Mas independente dos coices que tenho tomado da vida, não vou mudar meu foco e a minha maneira de ser e de agir. Não que eu seja o modelo de perfeição, longe disso. Ainda tenho muito o que aprender. Mas não é pelo fato de não estar recebendo gentilezas do mundo que vou deixar de ser gentil quando puder ser gentil. Não é por não ter uma mão estendida quando eu preciso, que vou deixar de estender a minha pra alguém. A minha parte vou me esforçar pra continuar fazendo.

{Juliana Bassan}

Continue Reading